Saltar para o conteúdo
7,4
Média
46 votos
?
Sua nota
Direção
Roteiro:
Debra Granik, Anne Rosellini, Peter Rock (romance)
Gênero:
Origem:
Duração:
108 minutos

Lupas (9)

  • Ben Foster e Thomasin McKenzie tem grandes atuações, e a relação dos dois é muito boa. Achei interessante mostrar quase nada do passado dos dois, mas ainda assim acho que poderia ter se aprofundado um pouco mais. Em alguns momentos o filme é um pouco cansativo. A direção de Debra Granik é ótima e o roteiro escrito por ela junto com Anne Rosellini é muito bom também. Ótimo filme com um final bem emocionante.

    Thiago Cavalcante Hércules | Em 09 de Maio de 2020 | NOTA: 8.0
  • O tema do Homem imerso na wilderness foi explorado diversas vezes, mas a dinâmica e contraste pai-filha, tonificada pelas interpretações de Foster e McKenzie, criam um passeio eficientemente melancólico.

    João Vitor G. Barbosa | Em 08 de Abril de 2020 | NOTA: 8.0
  • Filmaço que vai muito além da sua sinopse. Poderoso relato humano sobre paternidade.

    João Pedro Duarte | Em 16 de Outubro de 2019 | NOTA: 8.5
  • Lembrou me o maravilhoso "Capitão Fantástico", não creio que seja certo o Estado intervir no estilo de vida dos cidadãos dessa forma, entretanto o que esta em jogo é a vida de uma adolescente, e o impacto que isso poderá causar na vida adulta, muito interessante essa análise crítica...

    Rosana de Almeida Machado | Em 17 de Setembro de 2019 | NOTA: 8.5
  • As imagens em alta definição de Debra Granik fazem da natureza um personagem onipresente do filme, que faz fechar os outros personagens no quadro quando ausente. No meio da mata, exposição interessante das relações humanas.

    Renato Abbt Keppe | Em 14 de Abril de 2019 | NOTA: 7.0
  • O cinema poucas vezes aposta em dramas de desconstrução, e quando aposta, erra, então de certa maneira já vale a pena dar uma conferida na história, mesmo que ela não seja tão profunda e bem trabalhada.

    Gabriel Fagundes | Em 26 de Março de 2019 | NOTA: 7.0
  • A relação pai e filha em meio a extremos, tanto físicos como psicológicos, é tratada com imensa ternura e honestidade, com naturalismo de encher os olhos sem forçar emoções. As condições geram necessidades, não escolhas.

    Guilherme Algon | Em 14 de Março de 2019 | NOTA: 7.5
  • Novamente, Granik aborda o amadurecimento precoce de uma adolescente no seio da 'América Profunda' - desta vez, encarando o contraste entre a antissocialidade do pai (Ben Foster em outra grande atuação) e a vida em comunidade.

    Augusto Barbosa | Em 21 de Janeiro de 2019 | NOTA: 7.5
  • Inverno da Alma não é nada demais,mas gosto.Esse tem boas atuações da dupla protagonista,mas é chato.

    Araquem | Em 02 de Novembro de 2018 | NOTA: 5.5