Saltar para o conteúdo
8,0
Média
151 votos
?
Sua nota
Direção
Robert Eggers
Roteiro:
Robert Eggers, Max Eggers
Gênero:
Drama, Fantasia, Terror
Origem:
Estados Unidos, Canadá
Estreia:
02/01/2020
Duração:
110 minutos
Prêmios:
92º Oscar - 2020

Lupas (28)

  • Robert Eggers se consolida como o melhor diretor de horror da atualidade. O Farol é um daqueles raros casos onde tudo parece convergir para entregar uma experiência única e arrebatadora ao espectador. Flertando com Eraserhead, Os Pássaros e O Iluminado, oferece uma atmosfera sufocante e claustrofóbica, numa espiral de loucura e desespero sem redenção para aquelas figuras errantes. Grandes atuações de Robert Pattinson e Willem Dafoe e parte técnica impecável completam o pacote.

    Luiz Fernando de Freitas | Em 23 de Dezembro de 2019 | NOTA: 9.5
  • Eggers mostra em "O Farol" uma evolução na direção um forte amadurecimento e sua forma de filmar em um preto e branco mais puxado pro cinza de tão refinada a fotografia. contando uma história sobre isolamento humano, conflitos internos, e sexualidade reprimida. isso e mais numa ilha no meio do mar e um Farol. um filme com a cara de David Lynch no termo bizarrice sem respostas mas no bom sentido! e nuances de "The Birds" uma verdadeira Tragédia Grega, onde o mal impera de vez na psique humana...

    Taumaturgo Moura | Em 23 de Dezembro de 2019 | NOTA: 10.0
  • Um filme sobre solidão, traumas, sexualidade e isolamento, representados por simbolismos intrigantes. Seria Wake fruto da imaginação de Ephraim? Um alter ego? (a cena em que ele chega no quarto pela primeira vez parece demonstrar isso). Para essa figura, o farol é como se fosse uma esposa, lugar este proibido e inacessível à Ephraim, que projeta seus desejos obsessivos para a construção. Mais um trabalho de Eggers que já nasce cult, e tem tudo para se tornar ainda maior com o tempo.

    Daniel Borges | Em 23 de Dezembro de 2019 | NOTA: 9.0
  • O legado do cinema mudo levado a enésima potência!

    Mateus da Silva Frota | Em 22 de Dezembro de 2019 | NOTA: 8.0
  • Cinema catarse. Todo cineasta vai se confrontar com o cinema mudo em algum momento. E eis que Robert Eggers bate de frente com o cinema impressionista conseguindo entregar o filme mais deslocado do seu tempo desde (sei lá) o O Gabinete do Dr. Caligari. Que lombra!

    Wellington Junior | Em 11 de Novembro de 2019 | NOTA: 8.5
  • Eggers sabe criar um clima próprio com seus filmes. E o que ele erra bastante em A Bruxa(2015) ele acerta aqui. O sobrenatural não é feito para impactar, e sim, uma consequência da loucura construída com paciência nesse ambiente enriquecido pela bela locação e a fantástica fotografia. O próprio filme usado para gravação, vertical, reduz a tela para deixar o ambiente ainda mais claustrofóbico e as duas atuações mostram todo o talento que esses dois atores podem dar.

    Eduardo Percequillo Freire de Souza | Em 07 de Novembro de 2019 | NOTA: 7.5
  • Eggers faz uma melhoria absurda na sua filmografia. Cercado pelo mito de Prometeu, "O Farol" é uma fantasia muito bem vinda no cinema atual e que tem muito a dizer sobre a busca do homem e sua masculinidade. Dafoe e Pattinson fazem uma dupla fantástica, com vários momentos incríveis de ambos. Uma direção acertada e, por enquanto, a melhor fotografia do ano.

    Leonardo Ferreira Sampaio | Em 05 de Novembro de 2019 | NOTA: 8.0
  • Filme magnífico, com dois protagonistas excelentes. Um roteiro excelente, uma montagem formidável. A atuação do Robert Pattinson é excelente, e se destaca na cena que ele tá fazendo um "Power Rangers", o Willem Dafoe tem uma das melhores atuações do ano e um excelente monólogo. Filme bem desenvolvido, com uma excelente fotografia e protagonistas ótimos.

    O Legado Cinematográfico | Em 29 de Outubro de 2019 | NOTA: 10.0